O que é freio de língua curto?

No nascimento, alguns bebês podem apresentar uma pequena membrana na parte de baixo da língua, denominada freio ou frênulo (anquiloglossia), que deveria ter desaparecido durante o desenvolvimento do bebê na gravidez, limitando os movimentos da língua de elevação e lateralidade, de colocá-la para fora da boca e encostá-la no céu da boca. É denominada de forma popular de “língua presa”.

Pode prejudicar a amamentação do bebê?

Em alguns casos, mas não em todos os bebês, o freio de língua curto pode limitar os movimentos da língua e comprometer funções importantes da boca, como: dificuldade de pegar o bico do peito da mãe durante amamentação e (ou) de pegar o bico da mamadeira; e também dificuldade na mastigação durante a introdução dos primeiros alimentos sólidos.

Pode prejudicar a fala do bebê?

O freio de língua curto pode atrapalhar a fala de alguns fonemas que utilizam o movimento da língua, como “D” e “T”.

MAS MAMÃES E PAPAIS FIQUEM ATENTOS! É IMPORTANTE SABER QUE O FREIO DE LÍNGUA CURTO, POR SI SÓ, NÃO ATRASA A LINGUAGEM E A FALA DA CRIANÇA! NA DÚVIDA CONSULTE UM FONIATRA!

Qual a importância do diagnóstico precoce?

O diagnóstico precoce em bebês é importante para que as mães e os pais sejam orientados quanto as funções dos movimentos da língua e tratados com sucesso. A avaliação pode ser feito por profissionais da saúde como Fonoaudiólogo ou Pediatra e deve ser encaminhado para o OTORRINOLARINGOLOGISTA para orientações e tratamento.

Como é o tratamento?

O médico otorrinolaringologia ou FONIATRA após avaliação vai determinar o melhor tratamento, geralmente a remoção do freio lingual é realizada em um procedimento simples denominada frenotomia. A importância de realizar este procedimento precocemente evitará problemas em amamentação, introdução dos primeiros alimentos e articulação da primeiras palavrinhas.

Quando a criança é maior ou adolescente, o procedimento será um pouco mais complicado e pode ter desconforto no pós operatório.

Dra. Mônica Elisabetht Simons Guerra

Dra. Vanessa Magosso Franchi