Orientações para Controle do Refluxo Laringo-Faríngeo

Resultado de imagem para refluxo laringo faringeo

Refluxo laringo-faríngeo é uma inflamação crônica da laringe e da faringe decorrente do refluxo gástrico-esofágico. Os sintomas mais frequentes são: “globus” faríngeo (sensação de bola parada na garganta), rouquidão (principalmente pela manhã), tosse seca, pigarro, mau hálito, queimação na garganta e sensação de sufocação (geralmente após alimentação e/ou durante a noite). Pode estar ou não associado aos sintomas de gastrite ou doença do refluxo gastroesofágico.

 

ORIENTAÇÕES:

  • Elevar a cabeceira da cama, em torno de 30 graus;
  • Comer de forma fracionada, refeições em menor quantidade e mais frequentes (a cada 3 horas);
  • Evitar alimentação de 2 a 3 horas antes de dormir;
  • Evitar líquidos durante as refeições;
  • Beber líquido fracionado, mais de 2 litros/dia;
  • Controlar o peso;
  • Mastigue bem os alimentos durante as refeições.
  • Atividade física.
  • Não fumar.

 

EVITAR:

  • Alimentos que contenham cafeína e/ou teobromina – café, chá mate, chá verde, chá preto, chocolate;
  • Alimentos gordurosos e frituras;
  • Alimentos industrializados e condimentos – maionese, mostarda, cacth up, molhos prontos (tomate), molho de pimenta e outros;
  • Bebidas alcoólicas e bebidas gaseificadas (refrigerantes);
  • Frutas ácidas – limão, laranja, abacaxi, tomate e outros;